​​​​​
Monitorização de Quirópteros

Monitorizações de Morcegos Cavernícolas


Projeto Morcegos

Em Julho de 1987 iniciou-se em Portugal o “Programa de Monitorização de Abrigos Subterrâneos de Importância Nacional de Morcegos”, um dos primeiros programas a ser estabelecido na Europa.

O Programa foi planeado pelo Prof. Jorge Palmeirim da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, no âmbito do Projecto Ecologia de Quirópteros, financiado pelo então Serviço Nacional de Parques, Reservas e Conservação da Natureza.

Em 1993 foram publicados critérios de avaliação da importância de locais de abrigo de morcegos (Palmeirim & Rodrigues 1993) e a lista de abrigos a visitar foi sendo revista e completada com base nos critérios.​

    Foto: Marta Borges

A monitorização faz-se idealmente em duas épocas, na hibernação (dezembro a fevereiro) e na maternidade (abril a julho).

Até cerca de 2004 a maioria das visitas foi realizada por técnicos do ICNB ou alunos da Faculdade de Ciências de Lisboa, mas nos últimos anos a recolha de dados alargou-se às Universidades do Porto, Aveiro e Évora, e à Federação Portuguesa de Espeleologia (FPE).

A partir de 2009 o GEM passou a acompanhar técnicos da BIO3, hoje Bioinsight, na monitorização de morcegos cavernicolas durante as épocas de hibernação e maternidade.

Em 2010, com a adesão à FPE, o GEM passou a integrar o grupo de monitorização de quirópteros da FPE que contribui para o “Programa de Monitorização de Abrigos Subterrâneos de Importância Nacional de Morcegos”.

Para mais informação sobre os Abrigos de Importância Nacional de Quirópteros: épocas de hibernação e de criação, consulte aqui a página da FPE .
INICIO​​​
TOP​O​​​​​​​​​